Muzambinho, 23 de maio de 2024

Ação apreende mais de 2 mil peças de roupas falsificadas

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

A Polícia Civil de Minas Gerais realizou, na manhã da terça-feira (31/8), a operação “Cartoon”, no município de Muriaé, na Zona da Mata mineira, visando combater a pirataria, sobretudo a reprodução não autorizada de marcas – de roupas falsificadas. A ação foi possível, em meio a trabalhos investigativos realizados pela Delegacia de Defraudações da 4ª Delegacia Regional, após apresentação de notícia-crime por parte de um grupo de empresas de entretenimento, controladoras e titulares de direitos de propriedade intelectual de suas criações literárias, televisivas, cinematográficas, entre outros. No total, a manobra resultou na apreensão de mais de duas mil peças de roupas falsificadas, entre elas, mais de mil contendo estampas com criações pertencentes ao grupo sem a devida autorização.

Também foram arrecadadas outras peças suspeitas de irregularidade pertencentes a outras marcas e cerca de dez telas que seriam utilizadas para fazer estampas, durante cumprimento de três mandados judiciais de busca e apreensão domiciliar em sedes de confecções de roupas. “De acordo com a Lei 9.279, de 1996, Lei de Propriedade Intelectual, comete crime quem reproduz, sem autorização do titular, no todo ou em parte, marca registrada, ou a imita de modo que possa induzir confusão”, destaca o delegado Fábio Correia do Nascimento, complementando que as apurações prosseguem visando à responsabilização dos investigados pela prática do crime.

A ação foi desencadeada por policiais civis da Delegacia de Defraudações, com o apoio de policiais civis da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Muriaé. Além disso, o represente legal do grupo de empresas também acompanhou os levantamentos auxiliando no trabalho técnico.

 

(ASCOM – PCMG)

Notícias Recentes