Muzambinho, 23 de maio de 2024

Brasil recebe 1 milhão de doses Coronavac e anuncia 6,2 mi da Pfizer para semana

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Há expectativa da entrega de mais remessas de vacinas Coronavac, além de outras da Astrazeneca, ao Ministério da Saúde, até sexta-feira (23)

O Ministério da Saúde recebe, na segunda-feira (19), mais 1 milhão de doses do imunizante Coronavac, produzido no país pelo Butantan. O ministro da saúde, Marcelo Queiroga, também anunciou a chegada de 6,2 milhões de doses da Pfizer nesta semana, em postagem em uma rede social.

Coronavac
O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, acompanhou, na manhã desta segunda-feira (19), a entrega de 1 milhão de doses da vacina Coronavac ao Programa Nacional de Imunizações. Normalmente, o governador João Doria participa do ato, mas ele foi diagnosticado pela segunda vez com Covid e está em isolamento. 

“O Butantan tem trabalhado todos os dias e aos finais de semana para fazer a produção da vacina, e o mais rápido possível fazer entrega ao Ministério da Saúde”, disse Garcia em nota divulgada à imprensa. 

O Butantan retomou entregas ao Ministério da Sáude na última quarta-feira (14), quando liberou 800 mil doses. Na quinta (15), 200 mil outras vacinas foram entregues, e na sexta-feira (16), mais 1 milhão. Ou seja, entre quarta e hoje foram 3 milhões de doses – ainda faltam 7 milhões a serem produzidas a partir dos 6 mil litros de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) recebidos no dia 26 de junho. A previsão é que a entrega dessas doses seja concluída antes do dia 31 de julho.

No dia 13, o instituto recebeu nova carga de IFA com 12 mil litros para produzir 20 milhões de doses. Uma nova remessa de IFA, com mais 12 mil litros, deve chegar até o fim deste mês.

Pfizer
A Pfizer foi procurada para saber o exato calendário da distribuição de doses nesta semana, após o anúncio do Ministro da Saúde, mas ainda não se manifestou.

Segundo previsão do Ministério da Saúde, divulgada no último dia 14, a Pfizer deve mandar ao país cerca de 14 milhões de doses até o fim de julho – até o momento foram entregues 2 milhões (ou seja, na última semana do mês, devem chegar mais 6 milhões, fora as 6 milhões que serão entregues nesta semana).

Astrazeneca
Até o fim de julho, ainda estão previstos, segundo dados do Ministério da Saúde, lotes com mais 3 milhões de vacinas Astrazeneca via Covax Facility – até o momento, apenas um lote com 1 milhão de doses chegou ao país neste mês. A Fiocruz também deve entregar novas doses, mas em menor quantidade, já que a previsão de entrega de 12 milhões em julho já está praticamente cumprida.

Janssen
Pelo contrato com o Ministério da Saúde, as próximas doses deste imunizante só chegam ao país em setembro, mas há expectativa de doações pelo governo dos Estados Unidos, até o fim de julho.

 

(ALINE GONÇALVES – O TEMPO)

Notícias Recentes