Muzambinho, 23 de maio de 2024

Brasília Educacional tem palestras do Ministro Marcos Pontes e do neurocientista Fabiano de Abreu sobre conexões humanas e digitais

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Na sexta-feira, dia 27, duas palestras prometem fazer muito sucesso entre todos do meio acadêmico; alunos, professores e curiosos com sede de conhecimento. O grupo Brasília Educacional convidou o Ministro da Ciência e Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, e o PhD, neurocientista, psicanalista, biólogo e historiador Fabiano de Abreu.

Às 12h, Pontes irá conversar sobre o uso da inteligência artificial na busca pelo crescimento econômico do país. Ele é astronauta pela NASA e o primeiro brasileiro e latino-americano a ir ao espaço. Engenheiro aeronáutico formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e mestre em Engenharia de Sistemas pela Naval Postgraduate School, na Califórnia, EUA, ele assumiu o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações em 2019.

Mais tarde, às 18h30, será a vez da palestra de Fabiano de Abreu. Dono de um dos maiores QI’s do mundo, ele falará sobre as conexões humanas e digitais, observando os desafios na busca pelo equilíbrio comportamental e as interações sociais. São temas que dialogam com saúde física e mental, e convidam estudantes e docentes a uma reflexão aprofundada sobre as habilidades profissionais da área.

Aos 40 anos de idade, Fabiano possui diversas formações acadêmicas e centenas de artigos científicos publicados em diferentes países. Seu QI de 180 é superior ao de grandes personalidades da história e lhe rendeu um lugar na Mensa International, associação que reúne as pessoas mais inteligentes do planeta.

As palestras fazem parte da abertura do semestre letivo do Grupo Brasília Educacional, marcando a recepção aos estudantes e docentes com uma experiência ampliada, interativa e aberta ao público. Vale lembrar que a instituição é responsável por 12 faculdades da região, e todas elas terão acesso a essas aulas magnas.

 

(MF Press Global)

Notícias Recentes