Muzambinho, 22 de maio de 2024

Coluna Minas Gerais (13 de Maio de 2021)

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Gasolina volta a subir em JF

            Conforme o levantamento sobre a variação nos preços cobrados por combustíveis em Juiz de Fora, os valores aumentaram em até 10% em relação aos números apresentados na última pesquisa da Agência Nacional de Petróleo (ANP). No caso do etanol, o litro custa entre R$4,44 e R$4,79  enquanto o da gasolina alcança a margem entre R$5,99 e R$6,29, visto que na última semana, os produtos eram vendidos por 4,04 e R$5,69, respectivamente. Segundo os empresários, a nova alta é apenas um repasse de custos, já que os combustíveis também encareceram para os revendedores. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

 

Congemas solicita imunização

            O Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) de Montes Claros, enviou uma solicitação ao ministro da Cidadania, João Roma e à secretária nacional de Assistência Social, Maria Yvelônia Barbosa, para a imunização dos trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (Suas). Ao todo, foi pedida a vacinação de mais de 300 mil profissionais da Assistência Social, que atuam na linha de frente para combate e enfrentamento do novo coronavírus, por meio de serviços essenciais para a proteção das vidas e e garantia das seguranças de renda, sobrevivência e acolhida. (Gazeta Norte Mineira – Montes Claros)

 

Queimada prejudica vacinação

            Fumaça gerada por incêndio em lote vago, próximo à sede da Prefeitura Municipal de Divinópolis, prejudicou a aplicação de vacinas contra o novo coronavírus em drive-thru. A situação gerou uma longa filas de carros e, mesmo diante das circunstâncias, o serviço não foi interrompido. Para que o caso não se repita, o atual prefeito, Gleidson Azevedo, fez um anúncio dizendo que a ocorrência é revoltante e pede que a população não pratique queimadas, crime ambiental previsto na Lei 9.605/98. (O Popular – Divinópolis)

 

Tiradentes restaura patrimônio

A Prefeitura de Tiradentes, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer e do Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural, realizará nesta sexta-feira, dia 14 de maio, o ato simbólico de entrega das obras de restauração e iluminação da ponte e pedra, conhecida também como ponte das forras. Localizada no Centro da cidade, o bem é um importante patrimônio histórico municipal e necessitava de intervenção. Nesse sentido, a prefeitura elaborou projeto arquitetônico e de iluminação. Foram investidos R$ 54.042,10 em recursos do Fundo Municipal de Cultura. (Jornal Panorama – Baependi)

 

Mutirão de limpeza contra o Aedes

            Com o intuito de diminuir a disseminação de doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti, tais como dengue, chikungunya e zika vírus, a Secretaria Municipal de Saúde de Pará de Minas, por meio da Vigilância Ambiental, vai realizar um mutirão de limpeza, nesta sexta-feira, 14, nas imediações do bairro Belvedere. De acordo com as orientações, os moradores devem colocar os materiais que podem acumular água para fora de casa, sendo que os Agentes de Combate à Endemias vão fazer o recolhimento dos objetos que podem servir como criadouro para o inseto. (Jornal Pará de Minas)

 

Cartório atende em novo endereço

            O Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais de Uberlândia, que funciona na avenida Vasconcelos Costa, está em processo de mudança de endereço e, a partir de segunda-feira, 17, vai passar a atender no quarto andar do Pátio Sabiá, próximo ao novo polo jurídico do município. O principal objetivo da ação é oferecer maior conforto para a população que vai até o local, já que são realizados cerca de 300 atendimentos diários; como registros de nascimento e falecimento, casamentos civis, emancipação, averbação de divórcio e outros. (Diário de Uberlândia)

 

Vacinação tem baixa adesão

            O primeiro dia de vacinação contra a covid-19 para pessoas com comorbidades teve baixa adesão em Varginha. De acordo com as informações, o principal motivo foi a falta de doses da coronavac, visto que o município conta apenas com estoque para a segunda dose deste imunizante. Além disso, outro fator que implicou no pequeno índice de procura, foi a solicitação de documentos que comprovem o quadro, tais como laudos médicos e cadastros. Em contrapartida, no caso das pessoas com Síndrome de Down e que passam por hemodiálise, a adesão foi superior. (Correio do Sul – Varginha)

 

Arsae fiscaliza abastecimento de água

            A Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae-MG) publicou um relatório de fiscalização da prestação de serviços de abastecimento de água da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). O principal objetivo da ação foi verificar o cumprimento do plano de ações elaborado pela instituição, para que o fornecimento ocorra conforme descrito no documento, no que re refere à regularidade, continuidade, eficiência, segurança, generalidade e atualidade. (Sabará Notícias)

Notícias Recentes