Muzambinho, 22 de maio de 2024

Coluna Minas Gerais (25 de Maio de 2021)

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

200 possíveis fraudes na vacinação

                       A Prefeitura Municipal de Divinópolis identificou 200 possíveis fraudes no sistema de vacinação contra o novo coronavírus, incluindo homens que se descrevem como gestantes e pessoas sadias que alegam possuir comorbidades. De acordo com as informações da administração, as tentativas de fraude podem prejudicar o processo de triagem e atrasar a imunização; sendo assim, ficou decidido que o cadastramento deve exigir a assinatura de um termo de responsabilidade a partir da próxima semana, atestando a gravidez ou, em casos de comorbidades, o tempo que convive com a doença e tipo de medicamentos utilizados. (Portal Agora – Divinópolis)

 

MPMG firma acordo com Usiminas

                       O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S.A. (Usiminas), uma vez que o objeto é a compensação de danos ambientais, à saúde e morais coletivos, decorrentes de uma explosão seguida de colapso do Gasômetro de 150.000m3, a qual aconteceu em agosto de 2018.  Na ocasião, o reservatório contava com cerca de 120.000m3 de Linz Donawitz Gás (LDG). O acordo também estabelece a implantação de programas de Compliance Ambiental, Plano de Ações de Emergência e a criação de medidas de segurança para o funcionamento do novo gasômetro. (Diário do Aço – Ipatinga)

 

Nova lei entra em vigor

                       A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) publicou a nova Lei da Anistia para tributos municipais, no Diário Oficial Eletrônico do Município, a qual já está em vigor. A legislação estabelece critérios excepcionais para quitação dos débitos de natureza tributária e não tributária de contribuintes municipais. Com as regras, os contribuintes que têm débitos com a Fazenda Pública Municipal, inscritos em dívida ativa, poderão receber desconto de até 50% para quitação à vista, e de  40% para os que preferirem realizar o parcelamento em até 12 vezes. A nova lei é oriunda de projeto de lei de autoria dos membros do Executivo, que manteve as alterações feitas durante a tramitação do projeto no âmbito do Poder Legislativo. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

 

Professores recusam regime presencial

                       Professores da rede municipal de ensino de Montes Claros se recusaram a retomar as aulas em regime presencial, posto que solicitam a criação de regras sanitárias, argumentando que a modalidade pode arriscar a vida da comunidade em geral, em razão da pandemia de covid-19. Segundo as informações, os membros da Secretaria de Educação ficaram surpresos com a decisão, no entanto, o juiz responsável pela Vara da Fazenda Pública já havia indeferido uma ação judicial movida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Sistema Público Municipal de Montes Claros (Sind-Educamoc), a qual impetrou o mandado de segurança, alegando ato reputado abusivo e ilegal, praticado pela prefeitura, que decretou a abertura das instituições de ensino, bem como o desempenho de qualquer atividade presencial dos servidores nas escolas. (Gazeta Norte Mineira – Montes Claros)

 

Prefeitura discute Plano Diretor

                       A Prefeitura Municipal de Pará de Minas promove uma audiência pública, nesta quarta-feira, 26, para apresentar as propostas de alteração do Plano Diretor à população local, uma vez que o documento deve ser encaminhado ao plenário da Câmara Municipal para votação e posterior promulgação da lei. A Audiência Pública tem o propósito de apresentar e esclarecer, principalmente, a respeito da proposta técnica de alteração do Plano Diretor, no Título VI – Do Uso e Ocupação do Solo, Lei Complementar Nº 6.514/2020 – Parcelamento do Solo e Lei Complementar Nº 6.513/2020 Altera o Anexo I – Apêndice II – Zoneamento de Vias Públicas. (Jornal Pará de Minas)

 

Igreja tombada como bem municipal

                       O Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico de Poços de Caldas (Condephact) divulgou o tombamento da Igreja de São Benedito, como bem cultural e histórico do município. A medida se deu com o principal intuito de assegurar a preservação do patrimônio, sendo que diversas festas e manifestações culturais e religiosas são organizadas no local, principalmente em celebração ao santo que da origem ao nome da instituição e aos Ternos de Congo e Caiapós. Com o tombamento, qualquer intervenção deve passar pela análise e aprovação do Condephact. (Jornal da Mantiqueira – Poços de Caldas)

 

Prefeitura antecipa 13º dos servidores

                       A Prefeitura de Uberaba anunciou que vai antecipar 50% do 13º salário dos servidores na folha de pagamento do mês de junho. A medida foi aprovada com o intuito de movimentar a economia e ajudar os profissionais que talvez possuam débitos pendentes. Ao todo, o pagamento deve injetar cerca de R$15 milhões na economia local e, conforme um relatório da Secretaria Municipal da Fazenda, o montante recebido pelos cofres municipais de janeiro a abril de 2021 superou não apenas o volume do mesmo intervalo de 2020, mas também o total de receitas dos primeiros quatro meses de 2019, quando o país ainda não havia sido afetado pela pandemia do novo coronavírus. Por enquanto, ainda não há definição da data para a quitação do valor restante.  (Jornal da Manhã – Uberaba)

 

(ASCOM)

Notícias Recentes