Muzambinho, 22 de maio de 2024

Com exceção de Muzambinho, Prefeitos da AMOG retificam início das aulas presenciais para 04 de outubro

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Prefeitos e secretários de educação deliberaram, que volta às aulas presenciais ocorrerá a partir de 04 de outubro nas escolas públicas. A exceção é Muzambinho, que por decisão judicial, terá de iniciar suas aulas o mais rápido possível. O prefeito de Arceburgo e presidente da AMOG, Gilson Mello, conduziu a reunião.

Os prefeitos e demais representantes do setor da Educação da região da AMOG participaram, remotamente na quarta-feira (08), da assembleia geral extraordinária. Durante a reunião, os governantes e representantes municipais deliberaram, em consenso e com base no cronograma de vacinação contra a Covid-19, o início da retomada das aulas presencias na região. Conforme definido, foi ratificado o retorno das aulas presenciais de forma hibrida a partir do dia 04 de outubro. Cada cidade poderá flexibilizar seus expedientes a partir da sua realidade local.

Para a volta das aulas, devem ser seguidos todos os protocolos sanitários e de segurança, incluindo controle de público, rodízio de alunos e distanciamento social.

Para o retorno letivo, a AMOG contribui muito para o fortalecimento das aulas com segurança e novas metodologias de ensino. A instituição fez vários treinamentos preparando para o retorno das aulas com a Dra. Lilian Cristiane Gomes, Coordenadora do Curso de Enfermagem do UNIFEG (na sede da AMOG); realizou durante três dias o 11º Congresso de Educação da AMOG. E, em parceria com o UNIFEG disponibilizou ainda vídeos aulas para treinamento de motoristas e demais trabalhadores da educação. Todas capacitações objetivaram o retorno as aulas, ensino hibrido, acolhimento aos alunos, acolhimento ao professor e normas sanitárias.

Notícias Recentes