Muzambinho, 23 de maio de 2024

Deputado Cássio Soares entrega, à ALMG, relatório final da “CPI dos fura-filas da vacina”

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Cássio Soares: “Nosso papel é garantir o que é melhor para a nossa gente e honrar a confiança depositada em nós como representantes do povo de Minas Gerais”

O deputado estadual Cássio Soares (que é líder do bloco “Liberdade e Progresso”) entregou, no dia 08/07, o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito formada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais para apurar possíveis irregularidades na distribuição das vacinas de combate ao Novo Coronavírus. A “CPI”, que recebeu denúncias de várias regiões mineiras, investigou casos de “fura-fila”, entre outros.
Cássio Soares (que é relator da CPI) apresentou o relatório em sessão da ALMG, onde informou: “Buscamos a justiça como pilar dos nossos trabalhos, não buscando meramente encontrar culpados e sim restabelecer a ordem que foi desrespeitada naquele momento”, disse ele, que afirmou: “Chegamos à conclusão de que houve um flagrante desordenamento na vacinação dos servidores do Núcleo Central de Saúde, de Superintendências espalhadas pelo interior a fora e conseguimos, ao longo do tempo, mostrar isso e corroborar, o que constatamos com as inúmeras oitivas que fizemos, com documentos e informações que recebemos ao longo do processo”, complementou o deputado.

O que foi apurado?
Conforme o conteúdo do documento entregue à Assembleia, no ano passado o Governo de Minas teria deixado de aplicar cerca de R$ 1 bilhão à Saúde. Sendo assim, a CPI encaminhou pedido de providências ao Ministério Público: “Encaminhamos uma sugestão de responsabilização de alguns servidores de Saúde, especialmente no núcleo de comando daquele momento”, explicou Cássio Soares, que acrescentou: “Encaminhamos, também, recomendações para o cumprimento do gasto mínimo constitucional e a observância para que esses recursos sejam aplicados em melhoria na prestação de serviços da população mineira. Afinal, o nosso papel é o de garantir o que é melhor para a nossa gente e honrar a confiança depositada em nós como representantes do povo de Minas Gerais”, finalizou Cássio Soares. CLIQUE AQUI e veja a íntegra do relatório final.

 

(ASCOM)

Notícias Recentes