Muzambinho, 23 de maio de 2024

“Live” debate mecanismo de Incentivo à Cultura em Poços de Caldas

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

O mecanismo de Incentivo à Cultura municipal e a campanha “Investir em Cultura é um bom negócio”, que integra o programa “Poços Cultural”, foram os temas da Live AGC, promovida pela escola de empreendedorismo e inovação social A Guarda-Chuva. A transmissão ao vivo foi realizada na quarta-feira (26), no @aguardachuva.

Os convidados foram o secretário municipal de Cultura, Gustavo Dutra, e a assessora de Fomento e Incentivo à Cultura da Secult, Marianna Gonçalves de Carvalho. A mediação do papo ficou por conta da atriz e empreendedora social Rafaela Jacon Dutra. Na “live”, foi possível tirar dúvidas de empreendedores culturais e empresas com potencial para incentivar projetos culturais.

“Essa live acontece em um momento muito importante da nossa cidade, já que estamos passando por desafios gigantes desde o ano passado”, destacou a atriz na abertura da transmissão ao vivo. Rafaela Jacon também ressaltou que o conteúdo da conversa é de interesse de artistas e empreendedores culturais, empresários e também do público em geral, que pode participar dos projetos desenvolvidos.

O Incentivo à Cultura é um dos mecanismos de financiamento público previstos na Lei Municipal nº 9.037/2015, que dispõe sobre o Sistema Municipal de Cultura de Poços de Caldas. Por meio desse instrumento, as empresas locais repassam parte do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) diretamente aos produtores culturais, sem dispor de nenhum recurso próprio extra. “Foi uma oportunidade rica de abordarmos o mecanismo de Incentivo à Cultura, fundamental dentro da política cultural do município e que existe há 25 anos”, avaliou o secretário de Cultura, Gustavo Dutra.

Campanha
Já a campanha “Investir em Cultura é um bom negócio” visa viabilizar a captação de recursos dos projetos de Incentivo à Cultura com certificados de aprovação para 2021 junto ao empresariado local. A iniciativa, que integra o programa “Poços Cultural”, nasceu a partir das dificuldades de captação no momento atual devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, que atingiu especialmente empresas ligadas ao setor hoteleiro, por exemplo.

A força-tarefa da Prefeitura é integrada pelas secretarias municipais de Cultura, Fazenda e Desenvolvimento Econômico e capitaneada pelo gabinete do prefeito Sérgio Azevedo, com articulação do vice-prefeito Júlio Cesar de Freitas. Mais de 20 empresas que já patrocinaram projetos culturais da cidade foram visitadas pela força-tarefa. O trabalho prossegue no contato com atuais e possíveis incentivadoras.

“Foi uma experiência muito positiva de poder compartilhar as informações sobre a campanha e enfatizar, mais uma vez, a importância das empresas locais incentivarem os projetos culturais. Por meio do Incentivo à Cultura, a empresa demonstra sua responsabilidade social, agrega valor à sua marca, recebe benefícios em publicidade e mídia espontânea e movimenta a cadeia produtiva da Cultura, sem nenhum custo, apenas fazendo o repasse direto do ISSQN já devido”, pontua a assessora de Fomento e Incentivo à Cultura da Secult, Marianna Gonçalves de Carvalho.

Transmissão está disponível no Facebook de A Guarda-Chuva (https://www.facebook.com/aguardachuva) ou neste link https://bit.ly/2RTDLAJ.

 

(ASCOM)

Notícias Recentes