Muzambinho, 12 de julho de 2024

Palha de café foi usada nas ruas da região para receber o Cristo Vivo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

A tradição portuguesa de enfeitar as ruas para a passagem do Corpo de Cristo (no feriado de Corpus Christi) leva moradores e turistas que juntos constroem os tapetes.
Em Muzambinho, com a mudança para a parte da manhã, os voluntários passaram a madrugada montando os desenhos. “Usamos retalhos das confecções e a palha de café, trouxemos as crianças para que conheçam e ajudem na arte de fazer os tapetes”, conta Caio Boreli que reuniu a família toda na construção de uma parte do trajeto em Muzambinho.
Com a organização dos católicos, muita gente que mora fora do Sul de Minas aproveita o feriado e revê os amigos na tradição de enfeitar as ruas. “Eu moro em São Paulo e trouxe amigos para conhecer a região e como eu gosto de ajudar a enfeitar eles vieram junto”, conta Ana Paula que passou o feriado em Juruaia.
Em Nova Resende, a praça Santa Rita ficou colorida, com sacos de palhas de café. Os grupos de voluntários e pastorais se uniram pra uma grande passarela com temas e frases religiosas.
Para o cafeicultor do bairro rural da Cachoeira do Cambuí, Valdir Goulart “ na minha família esse é um feriado que reservamos para as orações, paramos um pouco com a colheita do café e viemos agradecer e pedir proteção”, falou junto com a espoca Nilza e o filho Breno.
Os padres da região percorreram os tapetes preparados pelos fieis levando nas mãos o corpo de Cristo em uma procissão que revela a fé e a devoção dos católicos.

Notícias Recentes