Muzambinho, 8 de maio de 2024

Pandemia tem provocado alterações no ciclo menstrual e na saúde mental das mulheres

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Você tem sentido alterações no seu ciclo menstrual e também muitos altos e baixos emocionais durante a pandemia? Pois saiba que você não está sozinha.

A pandemia tem provocado mudanças não apenas no comportamento das pessoas, mas tem afetado a estabilidade emocional e acreditem, até interferido no ciclo menstrual das mulheres.

Essa situação é mais comum do que se pode imaginar, tanto que virou objeto de estudo de pesquisadores da Universidade Federal de Lavras (UFLA). Eles analisaram os impactos da pandemia da Covid-19, no Brasil, sobre a saúde mental e o ciclo menstrual de mulheres em fase reprodutiva.  E os resultados impressionam e preocupam: a maioria das mulheres relatou surgimento de novos sintomas relacionados à saúde mental (97%) e/ou alterações em seus ciclos menstruais (77%), ciclos esses que eram considerados normais antes do período da pandemia.

As alterações relatadas são muitas como o intervalo entre as menstruações, número de dias e alterações de volume menstrual, coloração e odor da menstruação, além de apresentarem escapes menstruais. E não é só isso, muitas mulheres relataram ter havido alterações nos sintomas do período de Tensão Pré-Menstrual (TPM) e na libido (que, para a maioria delas, diminuiu). 

Mas você pode estar se perguntando qual a gravidade disso tudo. Segundo o coordenador da pesquisa, professor Bruno Del Bianco Borges, que também é coordenador-adjunto do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, esses dados são preocupantes, se considerados os aspectos reprodutivos da mulher. “Os efeitos da pandemia sobre a saúde mental, ciclo menstrual e libido sugerem um possível efeito negativo sobre a função reprodutiva da mulher, o que pode interferir na fertilidade, mesmo que em caráter momentâneo. Estudos demonstram que pandemias e epidemias anteriores causaram efeitos adversos sobre o organismo feminino por até dois anos após a crise sanitária. 

Nessa pesquisa foram entrevistadas 948 mulheres em fase reprodutiva e que afirmavam possuir ciclo menstrual regular antes da pandemia. Foram criados 2 grupos : mulheres que tiveram a Covid 19 e mulheres que não tiveram. E o resultado também é surpreendente pois as mulheres que não foram infectadas apresentaram maior surgimento de novos sintomas relacionados à saúde mental e alteração de ciclo menstrual, sugerindo que o medo de se infectar com o vírus e suas possíveis consequências podem trazer maior alteração para o organismo feminino. Vejam só a importância não só da saúde do corpo de forma geral, mas também da saúde mental que impacta diretamente o bom funcionamento do corpo.

É certo que novos estudos sobre o tema irão surgir, mas acredito ser importante as mulheres saberem que essas alterações acontecem com um grande número de pessoas e que elas não estão sozinhas. Outro fato importante é saberem que não precisam passar por essa fase sozinha, tendo que lidar com o medo e insegurança típicos da pandemia e ainda por cima lidar com mudanças do ciclo menstrual e instabilidade da saúde mental.

Meu conselho é que procurem ajuda assim que possível. O médico ginecologista vai poder ajudar a entender e controlar melhor essas mudanças de ciclo e também poderá avaliar a necessidade de buscar ajuda de outros profissionais.

Estamos todos vivendo momentos desafiadores e novos nessa pandemia e buscar ajuda não é sinal de fraqueza e sim de respeito a si próprio. Por isso, não tenham medo ou vergonha, busquem ajuda. E acreditem, tudo isso vai passar!

 

Referência bibliográfica: : https://ciencia.ufla.br/reportagens/saude/711-estudo-de-pesquisadores-da-ufla-demonstra-alteracoes-no-ciclo-menstrual-de-mulheres-durante-o-periodo-de-pandemia

DRA. AMANDA SANTOS CERÁVOLO ginecologista e obstetra.

Clínica Ultramed

Av. Dr. Américo Luz, 468 –   Centro –  Muzambinho, MG

Telefone: (35 )35712127

WhatsApp: 55 35 9898-9172

Notícias Recentes