Muzambinho, 12 de julho de 2024

Professores da rede municipal recebem primeira dose da vacina contra a COVID em Muzambinho

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

A vice-prefeita e secretária de educação de Muzambinho, Heloisa Magalhães durante entrevista falou sobre os protocolos para o retorno as aulas. “Todos queremos a volta às aulas e os alunos nas escolas, mas temos protocolos e medidas de segurança a serem seguidos. Sabemos que temos medo também deste retorno”.
A Secretaria de Saúde elaborou junto com a Secretaria de Educação um calendário para imunizar os professores e funcionários da educação da área urbana e rural. O centro de vacinação que está funcionando na Casa da Cultura atendeu os profissionais da área rural, Cemeis (Creches), APAE e os motoristas que precisaram retirar um documento junto a Secretaria de Educação para poderem receber a vacina.
Os profissionais das escolas municipais Sagrado Coração de Jesus, Frei Florentino e Francisca Bianchi foram vacinados nas próprias unidades, bem como das escolas estaduais Cesário Coimbra e Salatiel de Almeida e os colégios particulares Delta, Objetivo e Lyceu.
Para a professora Valeria Brasil, “a vacina é um momento importante na nossa preparação para o retorno das atividades escolares presenciais quando for possível. É um ato também educativo, acreditar na ciência é uma atitude de quem educa para nas novas gerações”, finalizou ao ser vacinada.
Para a secretária escolar da APAE, Vanessa Coelho que junto com os colegas de trabalho (motoristas Ivan e Paulo) registraram o dia da primeira dose. “Poder ser vacinado é um passo para pensarmos na volta as atividades com a presença dos alunos. Acreditamos que esta pandemia vai passar com ajuda de cada um fazendo sua parte e aqui estamos em um ato de cidadania”, disse ao ser vacinada.
“Para nós, os profissionais da educação se enquadram no grupo prioritário de acordo com o Programa Nacional de Imunizações PNI. É uma mistura de sentimentos. Primeira muita expectativa, depois gratidão à Deus e aos profissionais da saúde e a ciência que tornou possível esse momento”, falou Vanda Léo, coordenadora pedagógica e a primeira profissional a ser imunizada na Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus.
A emoção ao receber a primeira dose da vacina contra a Covid se repetiu em todas as escolas do município. As equipes de imunização da secretaria de saúde percorreram as escolas para a aplicação desta primeira dose.

AULAS – O calendário escolar do município, as férias começam dia 15 de julho. Com isso, neste semestre não há viabilidade de retorno. “Para termos a volta das atividades nas escolas municipais, dependemos de retornar a onda verde ou amarela do Governo do Estado. Também temos um acordo com AMOG, onde os 16 municípios tomam decisões conjuntas”, explicou Heloisa.
A decisão final de retomada das aulas no município cabe ao prefeito. “Fizemos um levantamento nas escolas municipais onde consultamos as famílias para ouvir os pais sobre o retorno. E no diagnóstico sabemos que o retorno quando ocorrer será de forma hibrida. Estamos neste momento preparando as aulas para um possivel retorno”.

KITS – A secretária também falou do aumento da demanda pelos kits merendas. Mais de 600 famílias passaram a retirar os alimentos da agricultura familiar que são oferecidos aos estudantes. A secretaria encerrou falando dos preparativos on-line das escolas para as atividades de encerramento do semestre.

REFORMAS – Na Escola Sagrado Coração de Jesus, Heloisa disse que tem acompanhado as obras de ampliação da cozinha e troca do telhado. “Na Escola Frei Florentino, o prefeito Paulinho Magalhães e Marco Aurélio, chefe do departamento de obras, estiveram juntos comigo para vermos com a direção da unidade escolar a cobertura da entrada de acesso, uma demanda antiga das famílias que tem seus filhos na escola do bairro da COHAB”, disse Heloisa.
“Também fomos na escola Francisca Bianchi para determinar o local da instalação do parque infantil, uma demanda importante dos pais e professores que atendem ao bairro do Brejo Alegre”, concluiu.

Notícias Recentes