Muzambinho, 22 de maio de 2024

Rodrigo Pacheco afirma que o país precisa se precaver contra terceira onda da Covid-19

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (Democratas-MG), reforçou, na quinta-feira (27), a necessidade do cumprimento das medidas de combate à Covid-19, pela população brasileira, para conter a proliferação do vírus no momento em que se cogita a possibilidade de um novo pico da pandemia.

“Não subestimemos o fato de um novo pico, uma terceira onda, acontecer. É muito importante que o Brasil se prepare para uma eventualidade dessa. Por isso, reforço a importância da prevenção, da não aglomeração, dos cuidados necessários para se evitar a proliferação do vírus”, disse o senador mineiro, durante sessão remota do Senado.

O aumento no número de casos da Covid-19, nos últimos dias, e a confirmação do registro de uma cepa indiana em território brasileiro, deixam em alerta as autoridades da área da saúde sobre a possibilidade de um aumento de infecções e mortes.

Comissão Covid-19

Na mesma oportunidade, Rodrigo Pacheco fez um reconhecimento ao trabalho desempenhado pela Comissão Temporária Covid-19 do Senado, presidido pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO), e manifestou apoio à continuidade das atividades da comissão, que tem seu encerramento previsto para o dia 30 de junho. O colegiado, que tem como objetivo acompanhar as ações de combate à pandemia no país, é composto por 12 membros titulares, com número igual de suplentes.

“Consideramos que nós não terminamos a guerra da pandemia, mas temos perdido algumas batalhas. Não podemos desistir deste caminho de enfrentamento feito pela comissão de acompanhamento da Covid”, afirmou Pacheco.

 

(ASCOM)

Notícias Recentes