Muzambinho, 12 de julho de 2024

Rodrigo Pacheco diz que Parlamento não vai tolerar nenhum tipo de retrocesso na democracia

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

O presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (Democratas-MG), enfatizou, na segunda-feira (16), que o Parlamento não vai tolerar nenhum tipo de retrocesso na democracia brasileira. Para o senador mineiro, a partir do momento em que algum representante de Poder ou de instituição passar a impor os seus desejos próprios ao invés de buscar o diálogo e seguir à Constituição Federal, ele presta um desserviço ao país e não pode ser chamado de patriota.

“O diálogo entre os Poderes é fundamental e não podemos abrir mão dele, jamais. Fechar portas, derrubar pontes, exercer arbitrariamente suas próprias razões são um desserviço ao país. Portanto, é recomendável, nesse momento de crise, mais do que nunca, a busca de consensos e o respeito às diferenças. Patriotas são aqueles que unem o Brasil, e não os que querem dividi-lo. E os avanços democráticos conquistados têm a vigorosa vigilância do Congresso, que não permitirá retrocessos”, declarou Rodrigo Pacheco.

(Ascom)

Notícias Recentes