Muzambinho, 22 de maio de 2024

Sala Mineira do Empreendedor começa a funcionar em Cabo Verde

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Em mais um passo para colocar a cidade na rota do desenvolvimento, Cabo Verde inaugura na segunda-feira (12) a sua Sala Mineira do Empreendedor. O projeto é resultado da parceria entre a Prefeitura Municipal, o SEBRAE e a JUCEMG (Junta Comercial do Estado de Minas Gerais).

A S.M.E (Sala Mineira do Empreendedor) serve para melhorar e simplificar o ambiente de negócios no município, oferecendo apoio para empreendimentos de todos os portes. Ela unifica em um único espaço atendimento para formalizar empreendimentos, obter orientações, informações e todo o conhecimento necessário para o desenvolvimento profissional.

A Sala Mineira, dentro da estratégia desenvolvida pela administração do município, é um marco importante. Ela será o principal elo entre os projetos de desenvolvimento econômico e profissional. Todo o Sistema S (Sebrae, Senai e Senac) estarão conversando diariamente com a S.M.E. para desenvolver estratégias de capacitação profissional, diagnósticos para o município e projetos para o desenvolvimento comercial e industrial.

 

Segundo a agente de desenvolvimento Carolina Viana “a Sala Mineira vai acelerar processos burocráticos e de desenvolvimento das empresas já instaladas e fomentar o crescimento de novos negócios no município. Seja MEI ou empresas maiores, a Sala Mineira vai dar condições para que todos se desenvolvam. Os resultados já estão sendo vistos. Nos últimos três meses a S.M.E trabalhou internamente no prédio da prefeitura. Quase 100 processos de alvarás que estavam parados foram finalizados. Em 2021, segundo a JUCEMG, 96 empresas (de MEI’s a LTDA’s) foram abertas no município. Cabo Verde tem um enorme potencial para crescer, o nosso papel é ajudar diretamente neste processo”.

Na Sala Mineira o cidadão caboverdense poderá Responder à consulta de viabilidade do negócio, Adequar e integrar a Redesimples por meio do Minas Fácil, Retirar seu protocolo do licenciamento municipal de MEI (Microempreendedor Individual), ME (Microempresa), EPP (Empresas de Pequeno Porte) e demais empresas; pedir emissão das Guias de Recolhimentos das taxas municipais para processo de formalização, alteração e baixa; Ter a emissão de Certificado de Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI); imprimir a declaração Anual do Simples Nacional – Microempreendedor Individual DASN SIMEI; formalizar os prazos pactuados com a JUCEMG para emissão da inscrição municipal e alvará de localização e funcionamento.

 

Além disso, a S.M.E. também dá orientações prévias sobre o processo de registro; processo de licenciamento municipal e demais informações que até então só eram obtidas em salas do Sebrae. 

“Cabo Verde também acaba de se tornar um Ponto de Atendimento do SEBRAE/MG. Uma conquista enorme para a cidade, já que os empreendedores precisavam se deslocar até Alfenas para serem atendidos. Agora, via Sala Mineira, qualquer empreendedor pode ser atendido com as mesma condições e padrão do SEBRAE. A cidade está investindo em estrutura e a partir de agora em capacitações e pesquisas para que Cabo Verde esteja o quanto antes inserido na rota do empreendedorismo sul mineiro”, disse o Prefeito Claudio Antônio Palma.

A Sala Mineira está localizada na Galeria JLF, Rua Prefeito Carlos de Sousa Filho, 152, na Sala 01.

(ASCOM)

Notícias Recentes