Muzambinho, 11 de abril de 2024

Saúde da Mulher e Beleza

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

É impossível imaginar um mundo sem mulheres. A mulher contemporânea é mãe, esposa, líder, empreendedora, turista, amiga, funcionaria, voluntária, turista, entre outras e essa lista só aumenta, mas conciliar tudo isso tem sido o grande desafio, porém nós não pode esquecer da mulher que se ama e se cuida e não deixar essa face de lado.

Pelo acúmulo das atividades, as mulheres sofrem com altos níveis de estresse e ansiedade. Segundo um levantamento feito pela Universidade de Harvard, 80% de todas as consultas médicas de mulheres no mundo têm relação direta com o estresse vivenciado no cotidiano.

Esse estresse acaba afetando a saúde das mulheres em mecanismos como o sistema imunológico, além de levar a rotinas nada saudáveis como sedentarismo, tabagismo e consumo excessivo de bebidas alcoólicas e alimentos gordurosos ou cheios de açúcar. Tudo isso favorece o desenvolvimento de diversas doenças crônicas como as do coração, câncer, obesidade, hipertensão e diabetes.

E assim, aos poucos, deixamos de lado a nossa individualidade, muitas vezes ocupando o nosso tempo livre com cuidados que contemplam apenas as necessidades dos outros e não mais só as nossas. Há quanto tempo você não é apenas você?

Por isso, mais do que tudo, é essencial tirar um tempo para você mesma e encontrar o que te faz feliz.

Cuidar de você reflete diretamente na forma como a sua saúde física e mental se comportam. 

Portanto beleza e saúde são dois aspectos que podem e devem  caminhar juntos, proporcionando tanto a estética almejada como qualidade de vida e bem estar. A união de beleza e saúde permite ter o útil e o agradável ao mesmo tempo e o segredo para isso é dar atenção não só ao corpo, mas também à mente.

É muito importante desmistificar uma das concepções mais comuns entre as mulheres: a de que a noção de autocuidado tem a ver apenas com questões estéticas.

Na verdade, o autocuidado feminino vai muito além da beleza e engloba todos os aspectos da vida.

O autocuidado está relacionado com a adoção de comportamentos e atitudes que propiciem o bem-estar físico e mental. Assim, é claro que aqueles minutinhos de skincare antes de dormir contam como autocuidado, mas o conceito vai além disso, abrangendo a saúde feminina e psicológica.

E na busca por saúde e bem estar, a atividade física é um dos melhores aliados já que reduz o estresse e sintomas de ansiedade, melhora a qualidade do sono, melhora a aprendizagem, reduz sintomas depressivos, previne e diminui a mortalidade por doenças crônicas como pressão alta e diabetes, melhora a força, equilíbrio e flexibilidade, proporciona a socialização e a convivência

Mas a maioria de nós mulheres esquecemos dos músculos, localizados na região da pelve, e esses músculos precisam ter nossa atenção. E o motivo não tem nada a ver com estética: é para manter firmes os músculos e ligamentos do assoalho pélvico.

O assoalho pélvico é um conjunto de músculos e ligamentos que sustentam a pelve e os órgãos da região: intestino, bexiga, uretra, útero e ânus.

Quando a musculatura da área perde sua força, ela também perde sua capacidade de se sustentar. Daí aparecem problemas urinários como a incontinência urinária, necessidade urgente de urinar, dor ou esvaziamento incompleto da bexiga; constipação, estiramento ou dor durante os movimentos intestinais, dor ou pressão na vagina ou no reto, sensação de peso na pélvis ou volume na vagina e/ou reto, espasmos musculares na pélvis, dificuldade nas relações sexuais, dimuição da libido e do prazer, entre outros…

Essa perda de força da musculatura do assoalho pélvico pode ser causada por uma tendência genética de um colágeno menos resistente, passando pelos esforços repetidos ao longo da vida , como forçar a evacuação, exercícios de impacto, tosse crônica, obesidade, as gestações e os partos, menopausa e senilidade que fragilizam o colágeno pélvico feminino.

Procure sua fisioterapeuta de confiança que prescreva exercícios que fortaleçam os músculos do assoalho pélvico, baseado no controle da contração e do relaxamento dos músculos vaginais, pois só assim é possível proteger se dá flacidez vaginal e da perda da força da musculatura.

E tudo isso fortalece ainda mais a importância do autocuidado e para dar espaço a esses momentos importantes de autocuidado, é fundamental criar uma rotina. Para começar, fica a pergunta: o que deve entrar na rotina como algo imprescindível para você?

Busque uma atividade física que lhe traga prazer,

Realize exames preventivos regularmente,

Cuide da qualidade do seu sono,

Beba mais água. Beber mais de 2 litros de água por dia pode fazer toda a diferença no aspecto da sua pele e cabelo,

Tenha uma alimentação equilibrada,

Medite,

Aposte no skincare diário,

Use protetor solar,

Fortaleça sua autoestima,

Procure um profissional de confiança e cuide da sua pele, da sua aparência, afinal para nós mulheres a autoestima é sempre muito importante para o nosso bem estar.

E quando se trata de aparência os tratamentos estéticos são um enorme aliado, hoje em dia as opções são muitas, temos os tratamentos faciais e corporais que ajudam a manter a beleza e elevar a autoestima, é sempre importante procurar um profissional qualificado que posso orientar sobre o tratamento que melhor atenda sua necessidade.

Aproveite esse mês de março e seja a mulher que sabe cuidar da própria beleza e da própria saúde, não espere os problemas aparecerem invista em você hoje.

Dra. Renata Gonçalves – Fisioterapeuta

Notícias Recentes