Muzambinho, 10 de abril de 2024

Seminário de estudos proporcionou aprimoramento aos advogados em Guaxupé

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

A 57ª Subseção da OAB, Ordem dos Advogados do Brasil, de Guaxupé, em parceria com a ESA, Escola Superior de Advocacia, promoveu, na  sexta-feira, 15 de dezembro, a partir das 9h00, um seminário de estudos a respeito de: marketing e oratória Jurídica, além das novas tecnologias para o Direito, proporcionando aprimoramento aos profissionais do Direito.

A coordenação da ESA, em Guaxupé, encontra-se sob a responsabilidade do Dr. José Armando Damito e contou com a presença de renomados mestres da instituição, que abordaram diversos temas de relevância na atividade profissional.

O evento foi coordenado pelo presidente da Subseção local, Dr. Marco Antônio Alves e pelos também advogados, doutores: Adriel Amaro e Marília Santana.

 

Entrega de carteiras funcionais

Naquela oportunidade também foram entregues carteiras funcionais a dois novos profissionais do Direito, recentemente aprovados nos exames da instituição, Bruna Aparecida Rosa e Guilherme Augusto da Silva Gomes.    

Falando aos novos advogados, Dr. Marco Antônio mencionou a importância e a responsabilidade do profissional que atua na garantia dos direitos das pessoas, principalmente daqueles que militam na área criminal, na salvaguarda do bem maior do cidadão, a liberdade. Ele também ressaltou a importância na condução dos interesses dos clientes, principalmente nos repasses de verbas oriundas de processos. Em contra partida o presidente lembrou que em cada subseção da OAB existe uma comissão de ética, destinada a fiscalizar eventuais “deslizes” na atividade profissional e a possibilidade de eventuais penalizações aos infratores.

 

Marketing Jurídico

A professora da ESA, Dra. Kellen Campos, advogada graduada em Direito pelo Centro Universitário Newton Paiva, especialista em Direito de Família e de Sucessões, pós-graduada em LLM em Mediação, Gestão e Resolução de Conflitos pela ESA, discorreu a respeito de Marketing Jurídico.

Segundo a professora, o marketing jurídico consiste num conjunto e numa sequência de ações;  que existe uma legislação específica que dita as regras para a publicidade da atividade jurídica, onde o profissional pode simplesmente apresentar informações que mencionem a área de atuação, porém sem mencionar valores de honorários e ou de descontos para ingressar com qualquer tipo de ação judicial. Portanto a publicidade deve ter apenas caráter informativo, e sem propaganda na captação de clientes.

Finalizando, ela ressaltou a rigidez do Código de Ética da OAB, e que num eventual descumprimento da ética, depois de provocado, o Tribunal de Ética e de Disciplina da OAB poderá penalizar o advogado infrator.

 

Oratória jurídica

A palestra sobre “Oratória Jurídica” foi proferida pelo Professor Dr. Frederico Marques, advogado graduado em Direito pela UFMG, professor da Fundação Dom Cabral e da Pós Graduação em Gestão em ESG da PUC MG, membro da Comissão de Promoção da Igualdade Racial da OAB/MG e vice-presidente da ABRADT Jovem (2019/2021).

Em seu pronunciamento ele ressaltou a importância do advogado corrigir os vícios de linguagem, melhorando a comunicação verbal; orientou sobre as diversas formas do profissional se apresentar em público e, principalmente, diante de uma plateia específica, onde o apresentante deve ter o cuidado no seu alto apresentar, sendo breve e específico.

 

Novas tecnologias para o Direito

O tema a respeito sobre novas tecnologias para o Direito foi abordado pelo Professor Dr. Renato Martins Vieira, advogado atuante há mais de 20 anos, com vasta experiência, mestre em Direito Processual pela PUC Minas, vice-presidente da Comissão de Defesa do Patrimônio Histórico e Cultural da OAB/MG, especialista em Direito Digital com atuação em LGPD, Certificação Digital, Inteligência Artificial, Contratos Digitais, Direito Notarial e Registral.

Segundo o palestrante, precisamos ter uma melhor regulação a respeito de informações digitais, principalmente com relação a dados e informações de terceiros.

No entendimento dele a Inteligência Artificial nunca vai substituir a inteligência e o conhecimento técnico jurídico do advogado, pois cada caso é um caso específico e com características e detalhes diferentes.

 

Coquetel

Nos intervalos das palestras foram servidas rodadas de salgados e refrigerantes no novo espaço criado no subsolo da sede da OAB, espaço este que deverá ser inaugurado oficialmente no início do próximo ano. No final do evento foi servido um coquetel, oportunidade em que os presentes puderam se confraternizar num clima de muita descontração.

 

(Colaborou: Wilson Ferraz)

Notícias Recentes