Muzambinho, 11 de abril de 2024

Senado aprova tratamento de paralisia motora pelo Sistema Único de Saúde (SUS)

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

Brasília – Sob a condução do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), foi aprovado, na quarta-feira (20), o projeto de lei (PLC) 42/2017, que garante o tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de doenças neuromusculares com paralisia motora, enfermidades que afetam os componentes do sistema nervoso periférico, como a esclerose lateral amiotrófica (ELA) e distrofias musculares.

A medida inclui o fornecimento de medicamentos e equipamentos essenciais para a sobrevivência, de forma gratuita, aos pacientes em suas residências, ou em instituições onde estiverem internados. De autoria da então deputada federal e atual senadora Mara Gabrilli (PSD-SP), o texto ainda estabelece que a União deverá fomentar pesquisas científicas que tenham o objetivo de prevenir, tratar e curar essas doenças. Relatada pelo senador Nelsinho Trad (PSD-MS), a matéria segue para a Câmara dos Deputados.

(Ascom)

Notícias Recentes