Muzambinho, 12 de julho de 2024

Sicredi fortalece o compromisso com a agricultura familiar em MG

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Atuação do Sicredi junto a agricultura familiar e em toda a cadeia produtiva do agronegócio fomenta o desenvolvimento econômico

O Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 5 milhões de associados e atuação em 24 estados e no Distrito Federal, reforça sua atuação no desenvolvimento econômico e social por meio do crédito rural. Atualmente, a instituição está entre as que mais concedem crédito para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) no Brasil, segundo dados do BNDES. Nesse sentido, no ano passado, a atuação do Sicredi em Minas Gerais por meio do Pronaf, correspondeu a 37% das operações de crédito rural liberadas pela instituição no estado em 2020, representando um volume de R$ 30,5 milhões.

“A proximidade do Sicredi com o associado permite entender suas necessidades e como atendê-las da melhor maneira possível, oferecendo as soluções mais adequadas para cada realidade. A oferta de crédito para agricultores familiares representa um impulso ao desenvolvimento sustentável das economias locais e à geração de renda e emprego nas regiões onde o Sicredi está presente”, destaca o vice-presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Márcio Port.

Apoio ao desenvolvimento no campo

Além de apoiar a agricultura familiar por meio do Pronaf, o Sicredi, um dos principais financiadores do agronegócio no país, contabilizou, em 2020, cerca de R$ 270 milhões em liberações de crédito rural em Minas Gerais.

Expansão

Para continuar a dar apoio às localidades e promover a inclusão financeira, o Sicredi projeta expandir sua atuação em Minas Gerais, em 2021, com a inauguração de 39 agências em 38 cidades, das quais 32 são localidades que ainda não contavam com a presença do Sicredi. Os investimentos previstos com a implantação dos novos pontos de atendimento serão de cerca de R$ 38 milhões, valor superior aos R$ 27 milhões aportados em 2020 no estado, quando foram inauguradas 21 agências. Ao final de 2021, com os novos pontos de atendimento em funcionamento, a instituição contará com mais de 80 agências em cerca de 70 municípios mineiros.

 

(ASCOM)

Notícias Recentes