Muzambinho, 9 de maio de 2024

“Sommerlier de vacinas” podem ir para o fim da fila em Juruaia

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Cidade é a primeira do Sul de Minas a adotar medida para evitar que cidadão escolha vacina, o que pode atrasar o andamento da imunização.

A campanha de vacinação contra a covid-19 fez um surgir um novo tipo de cidadão: o sommerlier de vacina. A pessoa que protela ao máximo a imunização, mesmo tendo direito à vacina, por causa da marca da vacina, tem se tornado o pavor de quem trabalha com a imunização. No Sul de Minas, Juruaia foi a primeira cidade a tomar uma medida para evitar o fenômeno. A partir desta quinta-feira (1°) o cidadão que recusar tomar o imunizante, ainda que faça parte do grupo prioritário, assinará um termo de responsabilidade e será colocado no fim da fila da imunização.

A medida é semelhante à anunciada pela Prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, primeiro município a tomar a medida.

De acordo com o comunicado emitido pela Prefeitura de Juruaia, “a escolha de determinado imunizante para cada grupo de vacinação é feito pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), não sendo permitido pelo município a aplicação de imunizante diferente do determinado. A Secretaria de Saúde de Juruaia pede o apoio da população para que a campanha de imunização contra a Covid-19 avance”, explicou a prefeitura.

 

Nesta semana a cidade recebeu a primeira remessa de vacinas da Janssen que são destinadas à caminhoneiros e trabalhadores da limpeza urbana. Além desta vacina, que é aplicada em uma única dose, a cidade recebeu Pfizer, Astrazeneca e Coronavac, totalizando mais de 600 doses nesta semana. Até o momento, Juruaia recebeu 3.085 1ª doses e 1.777 2ª doses, sendo aplicadas 2.094 1ª doses e 1.117 doses de reforço, segundo o Vacinômetro da SES-MG.

 

(Fonte: Portal da Cidade Guaxupé)

Notícias Recentes