Muzambinho, 23 de maio de 2024

UFLA confirma aulas em Paraíso para o primeiro semestre de 2022

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

A Universidade Federal de Lavras (UFLA) confirmou o início das aulas no Campus de São Sebastião do Paraíso para o primeiro semestre de 2022. A anúncio foi feito pelo reitor João Chrysóstomo de Resende Júnior, durante live na tarde da quarta-feira, 7, com a participação do secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Wagner Vilas Boas de Souza, com presença do presidente do Sebrae Nacional, ex-deputado federal Carlos Melles; do vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Antonio Carlos Arantes; prefeito paraisense Marcelo Morais e seu vice Daniel Thales, presidente da Câmara Lisandro Monteiro, e os vereadores Luiz de Paula e Vinício Scarano.

“Não teremos vestibular, a seleção para os cursos em Paraíso será pelo Sistema de Seleção Unificado do MEC, o SISU, utilizando a nota do Enem”, pontuou o reitor. Além da confirmação do início das aulas, a reunião remota organizada pela UFLA, foi marcada por uma série de importantes decisões em favor do efetivo funcionamento do campus universitário federal em Paraíso.

Na oportunidade o secretário Wagner Vilas Boas confirmou que o ministro da Educação, Milton Ribeiro, já assinou a portaria abrindo códigos de vagas para a admissão de professores, tanto para o Campus de Lavras, como também para atender a totalidade da necessidade para o funcionamento do Campus Paraíso, que já tem 13 vagas preenchidas e terá mais 66 professores contratados.

“Estamos atendendo uma solicitação do Carlos Melles e do reitor João, eles estão muito presentes no MEC nos cobrando uma solução. Desde 2016 estou trabalhando em favor deste campus e certamente agora iremos muito em breve inaugurar esta importante conquista para a educação regional”, disse o secretário de Educação Superior.

“Esta tem sido uma luta muito grande, será a maior conquista de nossa história, e no momento nosso agradecimento ao ministro Milton Ribeiro e ao secretário Wagner, que ao lado do reitor João Chrysóstomo estão somando forças para concluímos esse sonho da nossa universidade federal na região de Paraíso, que irá elevar o nível intelectual e abrir oportunidades, especialmente para os jovens”, disse Carlos Melles.

“Temos que comemorar e agradecer. Estou muito feliz, quero cumprimentar o Melles por este projeto e o reitor João pela garra e tocar este sonho pra frente”, pontuou Antonio Carlos Arantes.

Outro pauta importante no encontro remoto foi a solicitação junto ao presidente da Câmara, Lisandro Monteiro, para a alteração na Lei Municipal 4789 de 2018, que dispõe sobre a cessão da área doada para a Universidade mediante efetivo funcionamento dos cursos, o que foi comprometido em função de problemas técnicos com uma das construtoras e a pandemia.

Neste sentido, em entendimento a pedido do prefeito Marcelo Morais, a Universidade irá formalizar a alteração, detalhando o cronograma de funcionamento do Campus em Paraíso. “Peço que encaminhe a minuta com as justificativas, a Prefeitura dará o encaminhamento. Temos um trabalho bom com a Câmara para fazer as coisas andarem”, disse o prefeito. “Temos uma palavra: gratidão. Agradecer ao Scolforo, ao Melles, e agora ao reitor João. A Câmara desde o primeiro momento esteve junto, votamos rapidamente em duas sessões extraordinárias o que a universidade precisou”, disse Lisandro.

Pela UFLA participaram também o vice Reitor, professor Valter Carvalho de Andrade Júnior, o pró-reitor de Planejamento, professor Márcio Ladeira, e o diretor do Instituto de Ciência, Tecnologia, e Inovação (ICTIN), Professor Fernando Ferrari, que responde pelo Campus Paraíso.

 

(ASCOM)

Notícias Recentes