Muzambinho, 12 de julho de 2024

Vereadores de Monte Belo cobram Cemig pela fraca geração de energia em distritos de Jureia e Santa Cruz

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

Dois vereadores de Monte Belo cobraram a Cemig pela fraca geração de energia nos distritos de Juréia e Santa Cruz. Durante a última sessão da Câmara Municipal, realizada no dia 18 de junho, o vereador Lei Bernardo falou da situação vivida por moradores na Jureia, enquanto o presidente Silvano citou o problema enfrentado por moradores no Distrito da Santa Cruz da Aparecida.
Os representantes destacaram que a baixa qualidade do fornecimento elétrico tem causado transtornos significativos aos moradores, afetando tanto residências quanto comércios locais.
Os parlamentares informaram que quedas frequentes de energia e oscilações na tensão elétrica são problemas recorrentes, prejudicando eletrodomésticos, chuveiros caseiros e outros itens. Eles exigem que a Cemig tome medidas urgentes para solucionar esses problemas, garantindo um fornecimento de energia estável e confiável.
Segundo eles, moradores tem expressado crescente insatisfação com a situação, pois as falhas no serviço elétrico comprometem o dia a dia de muitos que trabalham na colheita do café, pois até o próprio banho fica prejudicado. O presidente Silvano citou que um diretor da estatal mineira ficou de verificar a situação. Ele até mesmo enfatizou uma união de esforços entre Legislativo e Executivo na busca de agendar reunião emergencial com a Cemig para discutir soluções imediatas e de longo prazo.
Eles também sugeriram a possibilidade de investimentos em infraestrutura elétrica nos distritos afetados, incluindo a modernização da rede de distribuição e a instalação de equipamentos mais eficientes. O Legislativo de forma unanime se comprometeu a acompanhar de perto o caso e cobrar respostas efetivas da estatal mineira.

 

OUTROS ASSUNTOS
– A vereadora Cida Correia apresentou requerimento para saber se existem estudos para contratar hospital Gimirim em Poço Fundo. Quer saber quais foram as tratativas já que votaram projeto beneficiando o hospital. “Será que não existem outras cidades mais perto da região, ou mesmo laboratório para exames na cidade? O usuário sofre para realizar estes exames em cidades tão longe”, desabafou.
Seu colega André Tranches também corroborou com o questionamento sobre o contrato com o hospital e também quer saber os critérios utilizados.
– Amarildo Elias tornou público as conquistas envolvendo recursos do deputado estadual Antonio Carlos Arantes que serão usados para o asfaltamento e melhorias na Rua João Lopes. Também destacou emenda parlamentar do deputado federal Lafaiete Andrada no valor de R$ 900 mil que já está na conta do município. Os recursos após licitação serão aplicados para o início do asfalto entre Monte Belo e o Distrito da Santa Cruz.
– A vereadora Rosária do Bom Jesus também comunicou recursos no valor de R$ 600 mil recebidos pelo município após indicação do deputado estadual prof. Clayton. Segundo ela, os valores são livres e serão usados em importantes áreas do governo. Ela também elogiou mais uma vez o deputado federal Emidinho Madeira pelo Programa Mais Genética que foi destaque em Belo Horizonte na Megaleite.

 

PROJETOS – Aprovado por unanimidade em turno único, o projeto de Lei do Executivo que autoriza o município a celebrar convênio com o Hospital Gimirim de Poço Fundo/MG para prestação de serviços assistenciais especializados na área de saúde.

DIÁRIAS – Também em turno único, os vereadores aprovaram projeto de Lei oriundo do Legislativo que regulamenta a concessão de adiantamento e / ou ressarcimento de despesa referente a viagens oficiais realizadas em veículo particular de vereadores e servidores da Câmara.

Notícias Recentes