Muzambinho, 22 de maio de 2024

Vereadores pedem ampliação do pagamento do Vale Merenda Escolar em Poços

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Parcelas em outubro e novembro
 
Os vereadores Flávio Togni de Lima e Silva (PSDB), líder do governo municipal na Câmara, e Wellington Paulista (DEM), vice-líder, entregaram ao secretário de Governo Celso Donato, na manhã da quinta-feira (09), uma Indicação solicitando a ampliação do pagamento do Vale Merenda Escolar, com mais duas parcelas referentes aos meses de outubro e novembro. Na oportunidade, eles ressaltaram que o pedido é também dos outros 10 vereadores que compõem a base do prefeito no Legislativo: Marcelo Heitor (PSC), Douglas Dofu (DEM), Claudiney Marques (PSDB), Wilson Rodrigues (DEM), Ricardo Sabino (PSDB), Roberto Santos (Republicanos), Luzia Martins (PDT), Regina Cioffi (PP), Kleber Silva (Novo) e Sílvio Assis (MDB).

O Vale Merenda Escolar é uma medida integrante do Programa Recupera Poços, iniciativa que uniu Câmara e Prefeitura em busca de soluções para a crise gerada pela pandemia. Os cartões já foram entregues às famílias dos 17.240 estudantes da rede municipal de ensino, com crédito total referente aos meses de agosto e setembro, somando a quantia de R$ 140. Atentos às demandas da população, os legisladores pedem a ampliação do Vale Merenda para mais dois meses, amenizando os problemas financeiros devido à COVID-19.

O cartão pode ser utilizado para a aquisição de gêneros alimentícios nos estabelecimentos que aceitam o cartão Alelo. Na Indicação, Flavinho e Paulista destacam que a medida trouxe inúmeros benefícios às famílias. “Visitando as escolas e conversando com as pessoas, foi possível constatar as melhorias que a iniciativa trouxe. No entanto, permanecemos em um quadro de pandemia, com aulas no sistema híbrido e uma situação ainda distante da normalidade. Repassar mais duas parcelas do Vale Merenda tem o intuito de proporcionar segurança alimentar aos estudantes. Além disso, são mais recursos injetados na economia local”, afirmam os vereadores.

A Indicação n. 1.381, que trata do tema, está disponível para consulta no Portal da Câmara, em Proposições.

(ASCOM)

Notícias Recentes