Muzambinho, 8 de maio de 2024

ZEMA ELEVA O TOM AO CRITICAR GOVERNADORES

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
IMPRIMIR
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Para ele, uma campanha de polarização nesse momento não é o ideal

O governador Romeu Zema (Novo) participou do fórum promovido pelos governadores de estado ocorrido, segunda-feira dia 23, para discutir temas relativos à governabilidade do país, onde o assunto principal era o de defender a democracia e demonstrar solidariedade e apoio ao STF – Supremo Tribunal Federal. Em sua fala o governador mineiro foi enfático e incisivo ao dizer que a oposição brasileira ao Governo Federal não tem se preocupado com os diversos problemas que afetam o povo, o que, torna a democracia vulnerável nesses momentos conturbados.

Zema estranhou o procedimento de alguns governadores que só sabem condenar as ações do Presidente da República, más não se preocupam em protestar contra decisões do Legislativo e do Judiciário. No caso do Legislativo, o governador ficou admirado de não ter visto nenhuma manifestação de governadores em relação aos quase 7 bilhões de reais aprovados para fundo eleitoral, num momento em grande parte da população passa fome.

ASSISTA O VÍDEO CLICANDO NO LINK ABAIXO:

https://www.youtube.com/watch?v=FiWktxrWkhA

Ele também citou o caso em que o Supremo Tribunal Federal mandou soltar um bandido de altíssima periculosidade e novamente nenhum governador se manifestou. “Para mim, tanto Executivo, Legislativo ou Judiciário, fazem parte do equilíbrio democrático. Sei que não temos tido uma boa vontade por parte do poder público federal, com relação às instituições, mas o que eu questiono é o formato. Eu vejo que esse formato de a cada fato ser emitida uma carta, é o que não é satisfatório. Como foi dito pelo (Carlos) Moisés (governador de Santa Catarina), talvez o melhor seria uma reunião com os envolvidos, nós estarmos questionando frente a frente e principalmente, estarmos levando propostas. Ficar mandando pedra, mais uma vez, vamos cair nessa vala da polarização de que estamos só seguindo caminhos opostos e cada vez mais distantes”, declarou.

Por: Salvador Lima

(Fonte JORNAL EM TEMPO)
 

 

Notícias Recentes